Muito se fala sobre a vasectomia, o método contraceptivo para homens que não desejam ter novos filhos, mas você sabe mesmo como funciona esse procedimento e os seus benefícios?


A vasectomia costuma causar muitas dúvidas devido aos mitos e a desinformação que surgem sobre o método. Informações erradas sobre a impossibilidade de reversão e a impotência circulam entre vários homens.


 

Através de um processo cirúrgico simples, feito por um médico urologista, os ductos deferentes são cortados e bloqueados por fios de sutura, evitando que o esperma seja transportado. Dessa forma os espermatozóides não são emitidos durante a ejaculação. 

 

Confira os mitos e verdades a respeito da vasectomia


  1. A vasectomia é uma esterilização definitiva no homem?


Não totalmente! Existe a possibilidade de reversão através de uma cirurgia. Contudo, à medida que o tempo de esterilização vai passando, surgem obstruções abaixo do ponto onde a cirurgia foi feita, impedindo que o procedimento de reversão tenha sucesso.


  1. O procedimento é 100% seguro?


Apesar de ser um dos melhores métodos conceptivos, existe uma parcela de 2 a 3% de casos onde há falhas e acaba saindo um pouco de esperma. Por esse motivo, é preciso que o paciente passe por um espermograma após dois meses de cirurgia para atestar se existe a chance de haver espermatozoides, permitindo uma gravidez.  


  1. A vasectomia interfere na ejaculação ou na potência sexual do homem?


Absolutamente, não! Esse é um dos maiores mitos acerca da vasectomia. Porém, não é verdade. O método não interfere na libido, na ereção ou em qualquer função sexual.


  1. O pênis fica dolorido após a vasectomia?


Após o procedimento, é comum que o paciente sinta algum desconforto pós cirúrgico, principalmente na região escrotal. Contudo, não chega a doer. Após a recuperação, não haverá nenhum tipo de dor peniana durante a relação sexual. 


  1. Após a vasectomia, o pênis diminui o tamanho?


Outro grande mito! O pênis não faz parte do processo cirúrgico, por isso, nada é afetado no órgão, não tendo nenhuma alteração no tamanho e nem na sensibilidade do órgão sexual. 


Tem interesse em realizar o procedimento de vasectomia mas tem algum medo em relação ao método? Agende uma consulta com o Dr. Rodrigo Carvalho, referência em urologia em Brasília, e tire mais dúvidas como essas sobre o método conceptivo.