Cirurgia Robótica

Evolução dos
procedimentos cirúrgicos

Antes da evolução tecnológica revolucionar a medicina, as cirurgias eram feitas, tradicionalmente, com grandes incisões. A possibilidade de complicações e a lenta recuperação eram riscos a serem considerados.

A laparoscopia (cirurgia com instrumento que oferece visão interna sem abrir a região) trouxe maior eficiência mas oferece campo de visão limitado, não podendo ser utilizada para determinados procedimentos.
A precisão do manuseio dos instrumentos também é limitada pois é realizada diretamente pelas mãos do cirurgião.

A cirurgia robótica oferece a solução para essas limitações. Através de pequenas incisões, os braços do robô, sob controle do médico, inserem os instrumentos com grande precisão, reduzindo a possibilidade de sangramentos, infecções, dores, acidentes, recuperação complicada, sequelas. A tecnologia, além de reproduzir fielmente movimentos do cirurgião, oferece excelente campo de visão por utilizar vários laparoscópios. Para operar o robô o médico fica sentado e conta com vários braços trabalhando simultaneamente, aumentando a segurança e reduzindo o tempo de cirurgia.

Recuperação

O tempo de internação pós-cirurgia é significativamente reduzido, resultando também na redução de custos com diárias e medicamentos. O processo, por ser menos invasivo, acelera a cicatrização e causa menos dor ao paciente, possibilitando o breve retorno à rotina pessoal.

Segurança

O robô não opera sem comandos do médico, garantindo que o processo permaneça humanizado. A experiência de diversos casos e os anos de prática cirúrgica continuam sendo o fator mais importante para o sucesso do procedimento. Porém, o robô garante estabilidade dos movimentos, reduzindo bastante a possibilidade de acidentes.

Indicação

Assim como os demais tipos de cirurgia, esta demanda a avaliação médica do caso, respeitando o histórico e características de cada paciente. Apesar de tecnológico, o bom resultado depende de todo o processo, desde o diagnóstico. A urologia se transformou com o uso da robótica. Atualmente, recomenda-se a técnica para a maioria dos procedimentos da área.